sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Malafaia: camaleônico até para pedir perdão

Por Sandro Moraes


Os eventos envolvendo o pastor Silas Malafaia aqui em São Luís do Maranhão tiveram ampla repercussão nos últimos dias e são bastante conhecidos no país. A blogosfera e diversos sites propagaram o último disparate do pregador da prosperidade mamônica; Malafaia chamou um vereador da capital maranhense de vagabundo, moleque, bandido e idiota durante sua participação por telefone no programa Na Roda dos Esclarecedores, apresentado pelo pastor e radialista Wellington Aquino na 92,3 FM, emissora cuja propagação de ondas alcança praticamente 60% do estado maranhense. 


O motivo da irritação de Malafaia foi saber que o vereador em questão, Ivaldo Rodrigues (PDT), o chamou de homofóbico. Ivaldo é apologista da agenda gay. Silas, que participava por telefone do Rio de Janeiro, acompanhou atentamente quando o locutor Wellington fez a leitura da reportagem de um matutino da capital. Foi por meio dessa leitura que o pastor soube das palavras do vereador. Irrompeu em Silas a ferocidade habitual. Foi quando disse que o vereador não sabia o que era homofobia, o chamou de, repito, moleque, vagabundo, idiota, bandido e garantiu que iria processá-lo. Esse lamentável fato aconteceu na última segunda-feira, 15 de agosto de 2011.

Os fatos seguintes foram os mais quentes da semana por aqui: a Câmara Municipal de São Luís tentando aprovar uma moção de repúdio tornando o pastor Silas persona non grata (O projeto original da vereadora Rose Sales, evangélica do PC do B(?) tencionava conceder o título de cidadão ludovicense a Silas o que deu início às polêmicas por conta da reação de movimentos gays e de alguns vereadores) e segmentos da imprensa fazendo severas críticas a Malafaia e seu caráter. Que belo testemunho! (Não venha me acusar de legalismo). 


Não irei tecer outros detalhes dos acontecimentos subsequentes que podem ser facilmente encontrados na internet.


Hoje, sexta-feira 19 de agosto, Silas Malafaia está em São Luís para participar de um mega-evento da Assembléia de Deus neste fim de semana. Pela manhã o vereador Ivaldo Rodrigues e o pastor Silas Malafaia duelaram numa emissora de rádio AM de São Luís, a Rádio Capital. O vereador estava no estúdio, Silas participou por telefone direto do hotel. Essa parte eu não ouvi. Mais tarde a partir do meio dia durante o Na Roda dos Esclarecedores, o pastor Mário Porto informou por telefone que durante o debate na Rádio Capital o pastor Silas Malafaia e o vereador Ivaldo Rodrigues haviam se perdoado, fizeram as pazes, que iriam retirar as ações judiciais que ambos pretendiam mover na justiça, coisa e tal.
  
Alguns minutos depois Ivaldo Rodrigues ligou para o programa, falou dos desgastes da polêmica e confirmou o entendimento entre ele e o pastor Silas e o perdão. 


Depois foi a vez de Silas entrar no programa da 92,3 FM por telefone, só que antes foi precedido por seu arauto, um pastor importante no ministério de Silas cujo nome não recordo. Esse pastor informou que Silas Malafaia passou um grande tempo no hotel concedendo entrevistas a jornalistas (Ele tinha muito o que explicar e uma imagem a limpar). Entre tantas coisas que esse pastor disse chamou a minha atenção o fato de que ele ainda tentou justificar as agressões verbais de Malafaia ao dizer que o seu pastor foi agredido primeiro, fora chamado de homofóbico. (Bastaria ter usado contra-argumentos em lugar de  palavras de baixo calão). E quanto as palavras escolhidas por Silas para ofender o vereador, esse pastor disse que existem expressões que são ofensivas aqui no nordeste mas que no Rio de Janeiro são comuns. Não sei se entendi bem, até porque quanto a isso o pastor não foi muito claro, mas interpretei que ele quis dizer que no Rio se um pastor chamasse um vereador de vagabundo, moleque e idiota não seria tão ofensivo (Não acredito que os cariocas seriam tão "naturalmente" mal-educados). 


Bom, prosseguindo. Silas Malafaia entra no ar, por telefone. De tudo o que ele disse, só quero analisar um ponto. Ele falou acerca do entendimento assim: "vereador, se eu te ofendi, eu tenho a obrigação como cristão de te pedir perdão!", no que foi prontamente atendido. Silas disse que o vereador o perdoou. de fato Ivaldo Rodrigues disse nas duas emissoras que se sentiu ofendido e que havia perdoado Malafaia.


Quero me concentrar na frase "se" eu te ofendi.  


Me pergunto: se o vereador Ivaldo não tivesse dito que se sentiu ofendido, Silas Malafaia não teria pedido perdão? 


Porque pela forma como as coisas estão postas dá a impressão de que o problema não está nas palavras "ofensivas" que foram ditas por Silas e sim na sensação do vereador, no modo como ele recebeu as palavras. Se ele não tivesse se sentido ofendido, não haveria razão para Malafaia pedir perdão.


Me parece que foi uma forma disfarçada de Silas Malafaia mostrar alguma humildade sem perder a pose e a soberba. Teria sido mais honesto se ele tivesse dito: "vereador, eu errei, te ofendi, e quero te pedir perdão", e não "SE eu te ofendi, como cristão não tenho outra obrigação a fazer a não ser te pedir perdão".  


Quanto a palavra obrigação, não sei se foi mais uma má escolha de Silas ou se ele se sentiu mesmo como que obrigado a fazer tal coisa. Acredito que essa parte passa facilmente despercebida (não por mim, claro). Não conheço Malafaia pessoalmente e, portanto, não saberia dizer se foi necessário um esforço considerável para ele ter que pedir perdão diante de uma grande audiência.


Malafaia chegou a sugerir que toda a polêmica envolvendo o seu nome aqui no Maranhão durante a semana será positiva para o evento. Disse que "brasileiro é curioooso!" Sugeriu que muita gente vai acabar indo para o evento depois de tanta polêmica". Que modo invertido de ver as coisas. 


Em São Luís o pastor do evangelho da prosperidade também aproveitou durante entrevista coletiva pela manhã para mandar um recado aos gays que planejam protestar contra a sua presença nos dias do evento: "Eu estou garantido pela constituição. Lugar de culto é inviolável. Se alguém tentar fazer bagunça no meu culto vai pra cadeia. Se tentar fazer, vai ser preso. Eu estou autorizado pela Prefeitura, pelo corpo de bombeiros, o local vai ser um local de culto e se alguém tentar bagunçar, não tem refresco. Eu não negocio isso!" 


Também vale destacar que durante sua fala na 92FM Silas disse que os gays são "um pouco inteligentes. Fizeram a parada gay aqui em São Luís onde os evangélicos não bagunçaram e agora querem bagunçar o evento "Vida vitoriosa!"


As polêmicas em torno frequentemente tosco Silas Malafaia também serviram para revelar o quanto estamos cheios de pastores bajuladores aqui na capital. Quase sinto vontade de vomitar dessa pastorada.
  
Quanto ao "grande evento evangelístico" do final de semana no Aterro do Bacanga aqui em São Luís, não irei. É inescapável lembrar do Silas que pede trízimo, que pede dinheiro do aluguel em troca de bençãos celestiais, que leva lobos como Mike Murdock e Morris Cerrullo para fazerem uso de misticismo pagão, macumba gospel e palavras convencedoras de analfabetos para faturar montanhas de dinheiro e envergonhar o Evangelho. 


Não! Não irei ao evento onde Silas Malafaia será a principal estrela. O cristianismo do qual faço parte é o cristianismo de ovelhas, não de gado!

15 comentários:

Mulheres INDO disse...

paz do SENHOR MINHA NOVA IRMÃ KKKK JESUS TE ABENÇOE RICAMENTE.

Susiely Bueno disse...

Concordo em poucas partes com o que o Sr diz.
Porém temos que lembrar que antes de qualquer coisa, existe o poder da REAÇÃO..nao quer dizer que só porque alguem é evangélico vai admitir que os OUTROS falem o desdenhem da maneira que quiserem.Existia outro modo desse VEREADOR se colocar contra o titulo que queriam conceder ao Pastor Silas (nesse quesito também nao concordo, é bajulação mesmo, vereador que é vereador tem que mostrar serviço é a favor do POVO, não é pra uma pessoa especifica) Além disso que provas ele tem pra afirmar que Silas é homofóbico? existem imagens em que ele destrate, humilhe, espanque ou descrimine algum homossexual? NÃO!!Nao quer dizer que porque ALGUEM nao concorde com a pratica do HOMOSSEXUALISMO, que essa pessoa discrime quem o pratica..sao coisas distintas, e constituição gara
nte isso:liberdade de pensamento e EXPRESSao.... a QUESTÃO é que alguns HOMOSSEXUAIS, se aproveitando da LEI,acreditam que a partir de agora eles têm mais DIREITOS que os demais, e se esquecem que TÊM DEVERES tbm.Agora ninguem pode olhar pra um gay qe é homofobia???.PQ nao criaram a Indiofobia? a negrofobia? a crentiofobia...???quer dizer q ELES sao melhoreS que os demais que também sofrem discriminaçao???? Fala sério!!!nessas horas o ditado faz JUS: quem fala o que QUER, escuta o que NAO QUER..obrigada pela oportunidade!!! sucesso o seu blog!!

mimi disse...

O senhor é simplesmente uma vergonha! Ainda tem coragem de falar de Deus e evangelho depois de espalhar toda essa 'merda'! Analisar frases isoladas pra atacar quem o desagrada é muito fácil. Me diga quem é o senhor e o que o senhor faz em comparação ao que ele faz trazendo a palavra a aqueles que necessitam mesmo dela? Crie vergonha na cara, e ao invés de atacar procure fazer algo que traga utilizada pra sociedade cristã como você diz e para o povo que precisa de Deus! Vergonhosa mesmo sua posição, as pessoas deveriam se unir a Deus e não se afastarem dele.

Márcio Dantas disse...

Olá Sandro, quanto tempo...

Bem o engraçado é ver que os vereadores se aproveitam de tudo pra ficar por cima, como dar o titulo a Silas apenas por que o "pastor" tem certa influência...

É triste mas a verdade é que Silas tem vacilado muito, e com ele milhares de pessoas estão seguindo o mesmo rumo.

A pessoal, acordem, enquanto continuarem a ver as coisas de forma presa como na verdade não são, vão continuar perdidos achando que estão certos, mas não estão.

Abraço Sandro até mais e fique com Deus.

Sandro Moraes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sandro Moraes disse...

Susiely, bem vinda! Embora saibamos que seja errado rotular alguém de homofóbico simplesmente por não concordar com os postulados da agenda gay, sabemos que é uma estratégia do movimento usar tal rótulo, contudo não justifica o fato de, em resposta, um "homem de Deus" ofender uma autoridade com as palavras mais desprezíveis que se possa mencionar. Apresento um programa de radiojornalismo e já combati a PLC 122. Nunca fui chamado de homofóbico mas se fosse, apenas contra-argumentaria a acusação. Não sairia por aí ofendendo ninguém de modo semelhante ao que fez Malafaia. É uma questão de civilidade básica. Garanto que muitos ateus não fariam isso; adeptos de outras religiões idem. O estranho é que o exemplo de falta de ética, educação e civilidade veio de alguém supostamente "cheio de Espírito Santo". Estranho não. Não precisa ser crente para ser educado. Então, desculpe, usar o argumento de que "quem diz o que quer ouve o que não quer" é absurdo e não cabe aqui. É obscurantismo. Silas deu um péssimo testemunho, surtou, essa é a verdade.

E quando vc fala dos projetos inconstitucionais dos homossexuais, perdoe-me, vc está desviando o foco. O centro do meu texto não é a agenda GLBT ou mesmo a homofobia e sim a falta de civilidade e mal testemunho do Silas, só. A defesa cega é maléfica. Deus a abençoe!

23 de agosto de 2011 12:17

Anônimo disse...

o que o senhor esta fazendo e julgar o pastor silas como propagador da prosperidade. o senhor esta julgando uma pessoa por causa desse episodio em sao luis com o vereador e se eles fizeram as pazes como o senhor ainda tem coragem de dizer que ele estava disfacando e fingindo que perdoou? voce como pastor nao deveria friamente julga-lo e se e o caso voce convive com ele para dizer certas coisa?

Sandro Moraes disse...

É impressionante a falta de discernimento e até de inteligência mesmo (lamento ter que usar palavras tão duras mas é necessário) de muitos evangélicos. Anônimo, primeiramente, o tipo de julgamento que a Bíblia condena é aquele baseado na hipocrisia o que não é o meu caso. É aquele do tipo "um adúltero condenar uma prostituta". Mas os graves desvios éticos e de caráter precisam ser repreendidos e denunciados. Os apóstolos fizeram isso. Leia as epístolas e confirme. É um erro gravíssimo e até idolatria tentar encobrir aberrações como as que tem sido cometidas pelo "deus" Malafaia (deus para os cegos, surdos ...). Vc inverte os papéis da mesma forma que fez mimi ao dizer eu sou uma vergonha. Vergonha? Eu? Nunca levei para um programa de televisão gente safada, falsos profetas como Morris Cerullo e Mike Murdock para, com promessas fictícias e pagãs fazer comércio de incaltos, roubar dinheiro de burros e enriquecer ilicitamente. Eu que sou uma vergonha? Silas pedir dinheiro de aluguel prometendo que em troca Deus iria dar casa própria ao doador é mais que ridículo, é medonho. E vc agora tenta legitimar aquele jogo de cena de perdão? Ele mostrou ser um tremendo mal educado, isso sim. E mais, não preciso conviver com Malafaia para fazer uma leitura coerente dele. Nunca esqueci, por exemplo, as falsas profecias dele dos programas de televisão em 150 países. Profecias não cumpridas seu memória curta.
Eu cansei da burrice e idolatria pelos "ungidos homens de Deus" dos evangélicos, sobretudo dos adeptos das seitas neopentecostais e de muitos pentecostais. Gente impressionável e facilmente enganável porque ao invés de ler a Bíblia, são consumidores de sermões, ou melhor de heresias. Saiam desse analfabetismo bíblico e existencial, saiam desse caminho tortuoso de culto a personalidades. Descubram que os verdadeiros homens de Deus não são esses telepregadores ricaços que envergonham o Evangelho mas anônimos heróis fé que não exploram a credulidade e ingenuidade de multidões que pensam que podem comprar bençãos divinas. Não sou eu o criminoso ou falso mestre a ser combatido, mas exatamente os lobos que vocês tola,desesperada e desvairadamente tentam blindar. Isso é pecado!!! Acordem, despertem vocês que dormem.

Que o Senhor conceda a vocês discernimento bereano!

Claudio disse...

É isso aí Sandro, concordo plenamente.Ô povo cego e surdo esse!!! Eles enriquecem esses telepregadores e ainda são advogados deles.

dg disse...

graça e paz amdos.irmãos as vezes me sinto triste em ver o povo de Deus discutindo por questões banais, desculpe se estou sendo ingenuo nessa parte.AO irmão Sandro Moraes pesso que ao inves de questionar e "julgar" por que de certa forma quando eu julgo meu semelhante eu peco porque estou ferindo a imagem e semelhança de Deus,logo a um só que julga e que és tu que julgas o servo alheio diz a biblia. entendo o seu posicionamento o pastor errou em dizer tais palavras mas aquele que não errou em ofender o seu semelhante que atire a primeira pedra. portanto se confessarmos os nossos pecados ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.acredito que o pastor Silas é uma voz que tem se levantado nesses ultimos dias pois a palavra tem que ser pregada em tempo e fora de tempo.Paulo disse" alguns pregam por pofia outros por contenda importa que o evangelho de Cristo seja pregado.ore pela vida dele ore pela vida dos gays ore pela vida daqueles que ainda não conhecem a Deus, leve as boas novas, lembre-se o joio no final será lançado no fogo. cuidado!!! pedro por diversas vezes agiu sem pensar nem por isso Jesus não lhe deu as "chaves do céu". que Deus o abencoe rica e poderosamente. aproveite o bloge para falar mais do amor de Deus, por favor, lembre-se o que Deus faria em seu lugar? obrigado fique na paz.

Sandro Moraes disse...

Dg, bem vindo, meus respeitos!

Quero crer que vc esteja apenas sendo ingênuo. Quero iniciar externando a minha saturação com os argumentos de "julgamento" ou "jogar primeira pedra". São distorções que apenas geram um total emburrecimento do ser. Há uma colossal diferença entre erros que todo mundo comete e monumentais "safadezas" de "ungidos". Se fosse seguir essa "lógica" de não julgar, sou impelido a concluir que os profetas do AT eram péssimos exemplos de pessoas que apontavam o dedo para os outros. Eles denunciavam de modo contundente as corrupções de seu tempo. Jeremias no capitulo 23 denunciou os abusos dos pastores que deveriam apascentar o povo de Deus o que não faziam. Como eram abusados os profetas! Jesus chegou a chamar fariseus de filhos do diabo. Pedro, Paulo, Judas e João vivam jogando pedras nos falsos ensinos, nos seus proponentes, e até citavam os nomes dos hereges. E o que isso tem a ver com Malafaia. Este texto faz parte de um conjunto no qual abordo sobre corrupções praticadas em nome de Jesus. O destempero de Malafaia é o menor dos medonhos e imorais erros que ele tem cometido, mas é também uma esmagadora evidência dos descaminhos nos quais ele se envolveu possuido pela ganancia. Malafaia se tornou um risco para o próprio evangelho que "vc diz" que ele prega. Malafaia prega o Evangelho? Ele mistura verdades com mentiras, Cristo com Mamom: são coisas graves, gravísimas. Malafaia precisa se arrepender de suas espertezas. Se fizer isto ele será perdoado. Mas terá que se lembrar das palavras de Cristo à prostituta: vá e não peques mais, ou vá e não peques mais para que não te suceda algo pior. Desculpe mas os seus clichês e evangeliquês são coisas sem sentido porque não enxergam o que faz sentido: que Malafaia perdeu o rumo. Eu preciso denunciar porque certamente muitos abrirão os olhos. Não venha tentar defender Malafaia porque os erros de Malafaia são criminosos. Quando trouxe Cerrullo e Murdock para campanhas de arrecadação de muuuiiito dinheiro, foi estelionato que ele praticou e não a pregação do evangelho. E fez isto não para o benefício do reino mas em beneficio próprio. Quando pede dinheiro de aluguel prometendo que Deus(?)vai dar a casa própria em "troca" pratica misticismo pagão, macumba para evangélico. Chega! Cansei de tantas asneiras e insanidades de despreparados defensores de absurdos e adoradores de deuses entre nós. Essas não são questões banais discutidas como expressão de perda de tempo pelo povo de Deus, até porque é para se questionar se alguém que defende os crimes da turma de Malafaia se pertence mesmo ao povo de Deus. Precisamos ter consciência crítica, discernimento de bereanos, e solidez na palavra para perceber que denuncia de abusos não significa "julgar o próximo como a si mesmo" pois isto fez Cristo, profetas e apóstolos, deixando o exemplo para nós. Por fim digo que evangélicos precisam ser reevangelizados posto que formam o povo mais enganável do mundo. Precisa se tornar um povo inteligente, de consciência crítica, de postura engajada, e não alienada como costuma ser. E quanto a falar do amor de Deus, isto já faço neste espaço. Verifique por si mesmo. Quero dizer que a pussilanimidade dos teus argumentos não irá anular a denúncia do que é pútrido, o que sempre será feito aqui.

Que o Espírito ilumine o teu discernimento. Abraço!

Sandro Moraes disse...

Quero fazer um acréscimo deixando uma sugestão saudável para qualquer um em busca de norte, bússula, referências. Vamos abandonar a idolatria pelos telepregadores e ficar apenas com a referência mais segura: as Escrituras. Ao invés de ficarmos ouvindo telepregadores, o que é comprovadamente danoso no Brasil, vamos apenas meditar na palavra de Deus.Pense nisso! Deus abençoe a todos!

Wilson disse...

Acredito que vc é da turma dos gays, pois está preocupado com o temperamento do pr Silas. Acredito ainda que vc votaria a favor da Pl 122. vc está com inveja do pr!?

Sandro Moraes disse...

Não, não Wilson. Não sofro do problema de projeção que é comum nos gays o que parece ser o seu caso. Não são os gays que costumam dizer que o mundo é gay? Se você me acusa disso mesmo sem me conhecer e mesmo sem haver nenhuma evidência disso, significa que vc sofre de projeção: você é exatamente aquilo o que me acusa ser: gay. Pior, não tem a hombridade de sair do anonimato. Quanto a PL 122, já me posicionei contra ela. Procure outros artigos no blog. E se converta. Sua atitude é ímpia.

G du disse...

Sandro, Deus te Abençoe!
Fui acessar o texto que você fala do episódio com o Pastor Silas Malafaia no Maranhão e caí num endereço que não existe...é o endereço abaixo!

http://nocaminhodagraca.blogspot.com.br/2011/08/malafaia-camaleonico-ate-para-pedir.html

Aliás todos os links que você sugere na seção "PODERÁ TAMBÉM GOSTAR DE" caem em endereços inexistentes.
Tive que substituir "nocaminhodagraca" por "chamabereana" ...aí deu certo!!!
Abraços!! Geraldo