terça-feira, 31 de agosto de 2010

A modelagem do ser pela oração

"Afastar-se das outras pessoas quando a sós com Deus – é esse o único modo, o modo infalível de conviver com as pessoas no poder da benção de Deus" (Andrew Murray)

Por Sandro Moraes

Ser sal da terra e luz do mundo. As palavras de Jesus Cristo aos discípulos de todas as épocas são capazes de tocar profundamente todos os sensíveis para o chamamento revolucionário e libertador do mestre: repousa em nossas mãos a responsabilidade para sermos diferentes numa sociedade que vive a angústia existencial das desesperanças e incertezas. Não diferentes no sentido de “alienígenas”, cujo estilo de vida marcado pela esquisitice provoque repulsa e um desejo ardente nas pessoas que conosco convivem para manterem-se afastadas de nós, "os chatos”. Dar sabor às circunstâncias ao mesmo tempo em que toda podridão é afastada e iluminar lugares mesmo onde prevalecem as mais densas trevas: esse é o real sentido de ser sal e luz num mundo insípido, pútrido, moral e espiritualmente escuro; a maldição do pecado causador de efeitos profusamente danosos no homem, deve ser sempre um alerta para a nossa responsabilidade de exercer o papel de sal e luz; responsabilidade a ser sempre cumprida com os sentimentos de privilégio e alegria e em zelo e sabedoria. Não é aceitável brincarmos de ser cristãos hoje. 

Destacado missionário sul-africano nos séculos 19 e 20, Andrew Murray ressaltou que “o verdadeiro cristianismo visa à formação do caráter de Cristo em nós de modo tão intríseco que, mesmo em nossas atitudes mais comuns, sua personalidade (a de Cristo) e sua índole se mostrarão”. Quanto mais crescermos na fé e aprofundarmos nossa comunhão íntima com o Pai celestial, mais o caráter de Cristo se refletirá em nós. E quanto mais refletirmos o caráter de Cristo, mais poderemos dizer que dEle somos imitadores. Nesse processo de transformação do ser à imagem e semelhança de Cristo, a oração é um elemento chave. E a oração de um justo pode muito em seus efeitos.

Na entrega de todo o nosso ser com inteireza de coração, Deus modela a nossa vida de acordo com o seu propósito para sermos perfeitamente capacitados a desempenhar a função de sal da terra e luz do mundo. Daí a necessidade de sermos submissos ao Pai em cujos braços nos entregamos na plena confiança de que Ele em amor nos forjará conforme o seu querer. 

A maior expressão de submissão a Deus é o momento da oração; e orar, no entender de Lloyd John Ogilvie, “não é apenas dizer a Deus, no tempo e espaço, o que fazer, mas uma experiência pela qual Ele nos modela a vida”

É na oração meditativa num momento de tranqüilidade em um quarto, quando estamos a sós com Deus, que o Espírito Santo produz transformações maravilhosas em nosso caráter e vida. E só depois de cada momento de devoção pessoal a Deus em que somos transformados que estaremos capacitados para iluminar e salgar as circunstâncias e os circunstantes. 

Há séculos que os cristãos crêem que o melhor momento para reservar um lugar especial em nosso coração antes de iniciarmos a nossa jornada para existirmos como servos relevantes de Cristo em um mundo de inexistências é pela manhã, antes dos ativismos de cada dia. Tal sensibilidade não é efeito de um impulso natural, antes exemplo de homens de Deus registrados nas Escrituras. O salmista Davi nos ensina: 

“De manhã ouves, Senhor, o meu clamor; de manhã te apresento a minha oração e aguardo com esperança” (Salmos 5.3 - NVI).

É indubitável a mensagem do profeta Isaías: pela manhã Deus nos traz os primeiros ensinos do dia. 

“O Soberano Senhor deu-me uma língua instruída, para conhecer a palavra que sustém o exausto. Ele me acorda manhã após manhã, desperta meu ouvido para escutar como alguém que é ensinado” (Isaías 50.4 – NVI). 

É nas primeiras horas tranqüilas da manhã em nosso quarto de escuta que apresentamos a nossa oração a Deus e Ele ouve a nossa voz. Mas não deve ser esta uma comunicação unidirecional; também ouvimos a voz de Deus que nos traz os primeiros ensinos do dia. Sejam 15 minutos, meia hora ou uma hora inteira, na vigília da manhã, separada para ouvirmos a voz silenciosa de Deus, devemos nos devotar sem reservas a Cristo, uma entrega total, não permitindo que nada nos separe dEle em nenhum momento sequer. Permanecendo nEle, permanecemos em seu amor e em sua graça, e, em permanecendo nEle, em alegria permanecemos em sua vontade, estando perfeitamente preparados para salgar e iluminar o mundo. O caráter de Cristo refletido em nós atrai outros a Ele. Por essa razão, o cristão não deve nunca ficar separado de Cristo. Como ramos desejosos de estar fortemente ligados à videira, precisamos ter a determinação de começarmos o nosso dia numa vigília da manhã em momento tranqüilo, separado com carinho para adorarmos a Deus. 

Aperfeiçoados pelo Santo Espírito, venceremos a tentação da infidelidade, de uma vida cristã superficial e infrutífera ou das possibilidades auto-determinadas. Dedicar o pós-despertar para uma comunhão com o Pai sem rivalidades deve ser uma diretriz, um estilo de vida para todos nós renascidos de Deus. Pense nisso, faça isso, Jesus está a sua espera todas as manhãs. E saia de casa habitado por uma ansiedade santa de ser sal e luz para as pessoas, em qualquer lugar.

São Luís – MA / Brasil                   

4 comentários:

disse...

Salmo 55:17
De tarde e de manhã e ao meio-dia orarei; e clamarei, e ele ouvirá a minha voz.

Deus quer que saibamos nosso lugar de Filhos, e que peçamos sua permissão em tudo o que vamos fazer, não por obrigação, mas por Liberdade, ele quer nos atender, nos agradar, tomar nosso fardo, levar-nos no colo, nos amparar. Paz Sandro!

Sandro Moraes disse...

Obrigado, Rô, Paz para todos nós! O Senhor Jesus a abençoe!

Perfume de Cristo disse...

Graça e paz
Que texto edificante,que Deus continue lhe abençoando juntamente com sua família.Costumo dizer que :"A oração é a essência que chega ao céu ,toca o altar,exala fé ,e alcança o coração de Deus".
Em cristo que nos une
Cláudia Mariz
http://saronperfume.blogspot.com

Sandro Moraes disse...

Olá, Cláudia, seja bem vinda ao blog. Parabéns pelo seu blog com visual leve e agradável adornado também por textos concisos e objetivos, porém profundos em essência. Já estou te seguindo. Abraço. Deus a abençôe ricamente!